O portal mundial de rádios

.

Mundial Feminino na França: a tradicional potência americana


Falar de futebol feminino e não destacar o valor que as americanas dão ao esporte é um erro.

Elas acompanham, cuidam e fazem deste esporte mais um daqueles em que são as grandes potências.

Inegavelmente um dos grandes expoentes mundiais.

Multicampeãs, a seleção dos Estados Unidos já conquistou de tudo e mais um pouco.

3 vezes campeã do Mundo: 1991, 1999 e a última, em 2015.

Em todos os Mundiais as americanas chegaram, no mínimo, ao 3º lugar. Participando de todas as semifinais nas 7 edições.

Quando o assunto é Olimpíadas então, nem se fala.

4 vezes medalhistas de ouro: 1996, 2004, 08 e 12.

Em 2000 foram prata.

Só em 2016, aqui no Rio é que elas ficaram, pela primeira vez, fora de uma semifinal olímpica. Acabaram com o 5º lugar no geral.

Das históricas atletas Mia Hamm e Abby Wambach que, assim como Marta, enriqueceram o futebol feminino.

E que hoje contam com o talento e competência de outras craques.

Craques como Becky Sauerbrunn, Carli Lloyd, Tobin Heath e, claro, a genial Alex Morgan.

Difícil não colocá-las como favoritas ao título.

Difícil não vê-las, no mínimo, nas semifinais.

Difícil não aplaudir os Estados Unidos pelo cuidado que tem com a modalidade.

 

 

Reviews

  • Total Score 0%
User rating: 0.00% ( 0
votes )



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *