O portal mundial de rádios

.

Na base da bola parada, Verdão conquista a maior goleada do Paulistão


O Palmeiras, na base da bola parada, conseguiu construir ótima goleada diante do Novorizontino.

Merecido e inquestionável o placar de 5 a 0.

Mas dos 5, 4 gols foram em jogadas assim.

Não quero desmerecer o modo como o alviverde construiu a sua goleada, até porque seria burro de minha parte questionar 5 a 0.

Porém acho importante a reflexão de como o Palmeiras cria seus lances de gols. E a resposta me parece bem preocupante.

Na saída do jogo alguns atletas reclamaram do péssimo estado do gramado de Novorizonte. E ele pode ter prejudicado a atuação do time no final de semana.

Mas não me parece que o Palmeiras de Felipão seja tão bom com a bola no chão, que realmente sofra com as condições adversas de um campo.

Da temporada passada para a atual, não vejo modificações gritantes do modo como o time joga. É o mesmo jeito, é a mesma forma.

Do Palmeiras que depende de marcação e defesa fortes, lançamento e velocidade dos seus meias e pontas para trabalhar jogadas de ataque com rapidez e chegar aos gols.

É difícil cobrar algo do treinador que, até com o tempo de carreira que tem, possa buscar mudar algo na ideia de jogo. Mas o Palmeiras de uns tempos para cá não anima e não inova.

Tem atuação e time quase imbatível no cenário nacional, mas o Verdão quer sonhar mais alto.

Quer a Libertadores. E merece sonhar.

Mas para isso precisa apresentar mais e, com o elenco que possui, pode apresentar mais.

Mas é aí que os calos de Felipão e do elenco alviverde apertam.

 

Reviews

  • Total Score 0%
User rating: 0.00% ( 0
votes )



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *