O portal de radios online de todo o mundo

.

Suécia dentro, Itália fora. Buffon não merecia isso, o torcedor da Azzurra também não


A Itália está fora da Copa.

Algo sinceramente que durante toda a minha vida jamais pensei que iria ver, uma Copa sem a Azzurra.

Desde 58, as participações eram mais que tradicionais, parecia uma religião, uma tatuagem nos retratos de Mundiais. Não dá para entender.

Ou melhor, vou tentar entender, vamos tentar.

Duas últimas participações pífias, não passou da primeira fase em 2010 e 14. E essa campanha sofrível nas Eliminatórias da Euro. Tudo bem, seria difícil bater de frente com a Espanha  no grupo, até aceitável, mas não é aceitável o que a Azzurra produziu até o dia de hoje.

Ventura não pode, não deve, não dá. Não pode ser treinador da Itália. Técnico fraco e limitado. Falta de renovação na seleção italiana que não vejo há alguns anos. Mesmo diante das poucas opções, Ventura poderia ter mexido melhor, escalado o melhor que tinha jogando na casa sueca, para buscar a vitória ou, no pior dos planejamentos, um empate.

Jorginho não deveria ser banco no primeiro duelo. Insigne não deveria no segundo. A fala de De Rossi destaca tudo isso e muito mais (o vídeo está no meu twitter).

60 anos depois a Itália está fora da Copa. A história de Buffon não merecia isso, o torcedor da eterna camisa azul também não. A eliminação para a Rússia-18 vem de uma sequência de erros, que formaram a tragédia anunciada.

A Suécia, que não tem nada a ver com isso, volta ao Mundial depois de 2006. Não tem um grande time, até acho que nem vá tão longe.

Mas cá entre nós, pelo que a Itália vem fazendo, acho que a Azzurra também não chegaria muito longe. Mas dói ver uma Copa do Mundo sem uma das suas maiores e mais tradicionais forças.

Reviews

  • Total Score 0%
User rating: 0.00% ( 0
votes )



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *