O portal mundial de rádios

.

Linha alta, sofrimento alviverde alto. E o Palmeiras dá o adeus definitivo ao título


Vitória x Palmeiras começou com gol no início do jogo.

Gol rubro-negro, em jogada rápida do ataque pela direita, Yago recebeu na área, cortou bem e abriu o placar. Vitória 1 x 0 Palmeiras.

O Vitória tinha começado o jogo melhor nos primeiros minutos, procurou mais o ataque e levava mais perigo. Mas ainda tinha muita coisa para rolar.

Palmeiras procurava o ataque, mas faltava perigo, falta levar susto ao gol adversário, não fez. Em mais uma falha da defesa alviverde e de Juninho, cede mais um rápido contra-ataque ao Vitória e Tréllez, partindo em velocidade, ampliou para o rubro-negro, 2 a 0 no Barradão.

Não era só a noite, é o momento que Juninho vive, péssimo no Palmeiras.

Era também a linha alta que Valentim quer implantar no Palmeiras que deixava o setor defensivo ainda mais frágil. Time tinha de trabalhar as linhas mais próximas nesse tipo de jogo e o alviverde não me parece suficientemente compacto para poder executar esse estilo tático.

Dudu ainda descontou para o Palmeiras. Seguiu no ataque e conseguiu o gol no momento certo para voltar ao jogo. 2 a 1. O duelo prometia esquentar no Barradão.

E logo na saída de bola, quase o Palmeiras chega ao empate. Verdão mostrava que não sentia o baque dos dois gols iniciais e já ia em busca do empate. Poderia até, quem sabe, buscar uma virada.

Era um confronto com Palmeiras e Vitória com bons ataques, defesas ruins e marcando mal no meio-campo. Como disse o amigo Piperno, o jogo seria divertido. E foi, para a torcida do Vitória.

A última linha defensiva alviverde sofreu outra vez, linha que estava lá perto do meio de campo e não conseguiu voltar no mano a mano encarando o contra golpe rubro-negro. Mais uma vez uma bola rápida e bem trabalhada pelo rubro-negro e o 3º gol no Barradão.

Intervalo no Barradão e o resultado era justo. Rubro-negro levou perigo em três chegadas rápidas no ataque e marcou três vezes. Segundo jogo seguido no Brasileirão em que a zaga do Palmeiras sofre três gols ainda no primeiro tempo. Valentim precisa rever essa marcação defensiva, que vem sofrendo bastante nos jogos.

Começou o segundo tempo e pouca coisa mudou, Palmeiras seguiu tentando pressionar mas sem a efetividade necessária. Tinha mais posse de bola, mas não conseguia converter em chances reais de ataque.

Verdão começou a ser mais efetivo e perigoso, mas já era o final de jogo, já era tarde demais. E mesmo essas jogadas perigosas vinham na bola parada, aí ficou difícil demais para o alviverde.

Ficou difícil demais para o torcedor palestrino sonhar ainda com título.

O jogo parecia irreversível, teve gol mal anulado do Guerra no Barradão, mais um tento que não entrou na conta palmeirense em mais um erro de arbitragem que, aliás, não sei o que viram nesse lance para anular o gol.

Mesmo assim, nada iria mudar, só o placar que poderia ficar menor, mas não ficou.

Vitória venceu após quase 40 dias, saiu do Z-4 e deixou Palmeiras a 11 pontos da liderança. O Verdão dá adeus ao título, o rubro-negro dá um confortante respiro contra o Z-4.

Embora o gol de Guerra tenha sido mal anulado, entendo que os 3 a 1 do Vitória diante do Palmeiras foram justos.

Reviews

  • Total Score 0%
User rating: 0.00% ( 0
votes )



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *