O portal de radios online de todo o mundo

.

Eraldo Leite ao portal: algumas webs não tem comprometimento com a qualidade, outras buscam a excelência


O Painel da Webrádio mantém a série de entrevistas com profissionais ligados a associações de cronistas do país.

Nesta segunda-feira, colocamos a entrevista que o portal fez com Eraldo Leite, presidente da ACEB, a Associação dos Cronistas Esportivos do Brasil.

A ACEB é uma instituição criada recententemente e foi fundada com a união de 8 associações regionais.

Eraldo Leite é um conceituado jornalista esportivo e atualmente trabalha na Rádio Globo do Rio de Janeiro.

Abaixo a entrevista ao Painel da Webrádio:

 

Painel – A ACEB é uma nova associação que já nasce com importantes aliados, se tornando forte e reconhecida no país todo. É difícil a atividade de inovar e dirigir a ACEB?
Eraldo Leite – A ACEB nasce sob o signo da dignidade e da transparência, apoiada por todas as associações estaduais que desejam uma entidade nacional atuante junto aos organismos do futebol, clubes, federações e confederações. Fundada por oito associações estaduais de cronistas (São Paulo, Rio de Janeiro, Bahia, Paraná, Rio Grande do Sul, Amazonas, Rondônia e Rio Grande do Norte), a ACEB está aberta a receber a filiação de todas as demais e representá-las com o mesmo empenho. É um desafio bom de ser enfrentado.

 

Painel – Você é um profissional experiente da crônica esportiva, como você vê hoje o trabalho das webrádios esportivas?
Eraldo – Há muitos trabalhos sérios sendo feitos, mas ainda é um início de caminhada. Algumas webrádios são meras experiências sem comprometimento com a qualidade. Outras não, buscam a excelência. É preciso utilizar profissionais, jornalistas e radialistas, dar oportunidade a jovens saídos das universidades, ter a ética jornalística como parâmetro.

 

Painel – Quais são as qualidades que você aponta no trabalho das webs esportivas?
Eraldo – Ter um maior alcance, por lidar com a internet, possibilitar revelar pessoas com o DNA do rádio nas veias e torná-las profissionais de futuro.

 

Painel – Quais são os pontos que você, Eraldo Leite, pela sua experiência no jornalismo esportivo, vê que necessitam ser aperfeiçoados nas webrádios brasileiras.
Eraldo – Apostar na profissionalização, ter uma programação definida, com repórteres nas ruas em busca da notícia.

 

Painel – Hoje existem muitas webrádios no país que querem transmitir, in loco, as competições. É necessária a triagem ou a adoção de alguns critérios de escolha específicos para as webs conseguirem as credenciais? Como a ACEB vê isso? (Como por exemplo os profissionais terem DRT, MTB ou outros atributos.)
Eraldo – Cada associação estadual deve avaliar a situação das webrádios em seus estados. A ACEB acompanha o processo e age em consenso. Para uma webrádio ser considerada apta a transmitir os jogos in loco, nos estádios, terá que mostrar ter uma equipe de profissionais do jornalismo, com registro profissional, com atuação constante, programação definida, etc.

 

Painel – Hoje existem associações que organizam a imprensa esportiva como a ACEESP, a AMCE e associações de rádios nacionais, como a ABERT. A criação de uma associação das webrádios poderia fortalecer o meio web?
Eraldo – A sociedade será tanto melhor quanto mais organizada. Uma associação de webrádios bem feita, dirigida com seriedade e competência, poderá difundir melhor os veículos e defender seus propósitos.

 

Painel – O que falta para o profissionalismo e devido reconhecimento do meio web?
Eraldo – Quando os donos e responsáveis pelos veículos web conseguirem montar equipes com profissionais de fato, vender anúncios e entregar produtos de qualidade, terá naturalmente o reconhecimento.

 

Painel – Nos últimos dias, o Painel da Webrádio trouxe a informação de que algumas webs irão transmitir de maneira irregular a Copa do Mundo. Esse tipo de comportamente pode trazer consequência negativas ao meio web, em um todo?
Eraldo – Claro que sim. Se falamos em profissionalização para o meio web ser reconhecido, este procedimento só depõe contra.

 

Painel – Existem milhares de webemissoras no país, mas grande parte delas não desenvolve um trabalho profissional ou de revelação de talentos, imagino o quão grande deva ser o número de webs que irão solicitar ou já solicitam credenciamento e informações da ACEB. A criação de uma associação das webs, com pontos em comum trabalhados juntos com as associações regionais e nacionais, poderia melhorar a comunicação e até o pedido de credenciamento junto com essas entidades?
Eraldo – O credenciamento de uma rádio web para transmitir jogos passa por tudo o que já respondemos aqui. Todos esses pontos são importantes: profissionalização, programação definida, princípios éticos, continuidade, relacionamento com a entidade estadual de cronistas.

Painel – Com a sua experiência, qual dica você dá aos profissionais e diretores de webrádios?
Eraldo – Caminhar no sentido da profissionalização.

Agradecemos a Eraldo Leite pela atenção com o portal.

E você, leitor do Painel da Webrádio? Quer que entrevistemos mais profissionais ligados ao meio? Mande suas dicas e sugestões para a redação do portal: redacao@paineldawebradio.com.br com o assunto: Dicas de Entrevistas.

Reviews

  • Total Score 0%
User rating: 0.00% ( 0
votes )



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *