O portal de radios online de todo o mundo

.

Luiz Carlos Gomes sobre webs: “é preciso qualificar melhor os profissionais que atuam. Principalmente no jornalismo esportivo”


O Painel da Webrádio segue com a série de entrevistas com profissionais das associações de cronistas espalhadas pelo Brasil.

Hoje o portal conversa com o jornalista Luiz Carlos Gomes, presidente da AMCE, a Associação Mineira dos Cronistas Esportivos, que foi criada em 1939.

Luiz, além de presidente da AMCE é radialista e jornalista, atuando no segmento  esportivo desde 1979 e também é diretor da Rede Gerais de Rádio.

Veja abaixo a entrevista com o Painel:

 

Painel – A associação mineira é uma grande associação, renomada e conhecida no país todo. É difícil a atividade diária de dirigir a AMCE?

Luiz Carlos Gomes – É um trabalho voluntário. Dedicamos boa parte do nosso tempo para cuidar das necessidades administrativas e representação da associação. Não é fácil, mas é honroso e gratificante servir a nossa classe. Quando fui eleito, contando com o apoio dos associados, sabia das dificuldades e tento fazer o meu melhor.

Consegui organizar a entidade e conto com a colaboração de outros diretores e de funcionários capacitados.

Atualmente a AMCE está bem estruturada, saudável financeiramente, possui sede própria e um belo quadro de associados.

 

Painel – Você é um profissional experiente do jornalismo esportivo, como você vê hoje o trabalho das webrádios esportivas?

Luiz Carlos Gomes – É uma grande inovação. Uma ferramenta de comunicação moderna e poderosa. Em geral as emissoras de rádio AM e FM já transmitem também via internet suas programações.

Acompanho com curiosidade o trabalho das Web Rádios independentes, especialmente nas coberturas esportivas. Algumas fazem um trabalho muito bom, bem profissional.

Não conheço pesquisas que possam indicar o tamanho da audiência destas emissoras, muito menos o comportamento do mercado com relação a este tipo de trabalho.

Penso que tudo é ainda é muito novo com forte tendência de crescimento.  

 

Painel – Quais são as qualidades que você aponta no trabalho das webs esportivas?

Luiz Carlos Gomes – A principal é a capacidade de levar a informação para todos os lugares de forma fácil e democrática.

 

Painel da Webrádio – Quais são os pontos que você vê que necessitam ser aperfeiçoados nas webrádios brasileiras?

Luiz Carlos Gomes – Na maioria dos casos que conheço sinto que é preciso qualificar melhor os profissionais que atuam. Principalmente no jornalismo esportivo. Um trabalho tão importante, que atinge milhares de pessoas, não pode ser feito por curiosos.

A qualidade técnica também precisa ser cuidada com carinho.

 

Painel da Webrádio – Hoje existem muitas webrádios no país que querem transmitir, in loco, as competições. Existe triagem ou alguns critérios de escolha específicos para as webs conseguirem as credenciais junto a associação mineira? (Como por exemplo os profissionais terem DRT, MTB ou outros atributos.)

Luiz Carlos Gomes – O credenciamento é regulamento por lei federal e de acordo com o estatuto de cada associação.

É fundamental que a Web Rádio seja oficialmente registrada como empresa, associação, ONG ou entidade legal junto aos órgãos competentes.

O profissional deve ter o devido registro junto ao Ministério do Trabalho, provar que é radialista ou jornalista.

Precisa também ter um vinculo empregatício com a Web Rádio.

Sem esta documentação não é possível fazer o credenciamento para ter acesso às praças esportivas.

 

Painel – Hoje existem associações que organizam a imprensa esportiva como a ACEESP, a ACEB e associações de rádios nacionais, como a ABERT. A criação de uma associação das webrádios poderia fortalecer o meio webrádio?

Luiz Carlos Gomes – Cada estado tem a sua associação de cronistas esportivos. A nível nacional existe a ABRACE. Cada uma cumpre o seu papel nos termos da lei. São antigas e reconhecidas oficialmente pelos organizadores dos eventos esportivos, ou seja, FIFA, COMMEBOL, CBF, Federações, clubes e administração dos estádios. Trabalham sob a tutela de uma lei federal. Recentemente surgiu a ACEB. A ABERT não cuida de credenciamento.

Não tenho opinião formada sobre a criação de uma associação exclusiva para Web Rádios.

Penso que o ideal é a aproximação das Web Rádios das associações existentes. Ao comprovar que trabalham legalmente, com profissionais registrados, não haverá nenhum tipo de impedimento para o credenciamento.

 

Painel – Existem milhares de webs no país, mas grande parte delas  desenvolve um trabalho profissional ou de revelação de talentos, imagino o quão grande deva ser o número de webs que pedem o credenciamento para a associação mineira. A criação dessa associação das webs, no âmbito e segmento esportivo poderia melhorar a comunicação e até o pedido de credenciamento junto com a associação mineira?

Luiz Carlos Gomes – Para exercer qualquer profissão, antes de tudo o cidadão precisa comprovar sua qualificação. Sem a devida documentação é impossível provar quem é quem ou faz o que.

Em nossa associação existe até a categoria do associado “Provisório” para atender os estudantes de comunicação que conseguem estágio nas empresas de comunicação.

Não temos como credenciar qualquer pessoa sem que a mesma atenda os requisitos do estatuto. As exigências são mínimas e básicas.

 

Painel – Com a sua experiência, qual dica você dá aos profissionais e diretores de webrádios?

Luiz Carlos Gomes – Para os diretores o pedido para que oficializem suas emissoras junto aos órgãos competentes e assim possam desenvolver os trabalhos com tranqüilidade e respeito. Sendo também respeitados. Que contratem pessoas qualificadas, evitando problemas futuros junto a justiça do trabalho e outros.

Para aqueles que sonham em trabalhar como jornalista esportivo ou mesmo operador de equipamentos de transmissão, que busquem a melhor qualificação possível, desta forma irão conseguir o devido registro profissional junto ao Ministério do Trabalho, podendo assim iniciar ou dar continuidade a sua carreira sem atropelos.

Destaco ainda, que a AMCE – Associação Mineira de Cronistas Esportivos, que tenho a honra de presidir, sempre está de portas abertas para receber os companheiros, analisar cada caso e credenciar oficialmente todos aqueles que comprovem estar devidamente habilitados.

Nosso maior trabalho e o de ajudar e orientar todos aqueles que desejam realmente realizar um trabalho sério e profissional. Em Minas já resolvemos diversos problemas para viabilizar o credenciamento de pessoas ligadas a Web Rádios.

Outros ainda não conseguiram apresentar os documentos exigidos.

 

Agradecemos a Luiz Carlos Gomes, presidente da AMCE, pela atenção e pelo contato com o Painel da Webrádio.

 

 

Reviews

  • Total Score 0%
User rating: 0.00% ( 0
votes )



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *