O portal de radios online de todo o mundo

.

Nos EUA, internet e webrádios ajudam empresas de mídia a crescer


O site “Observatório da Imprensa” referência no jornalismo destaca o auxílio que as webrádios vem dando ao crescimento das empresas de mídia.

O estudo foi feito pela Price Water House Coopers (PWC).

Confira abaixo uma parte do texto do site:

“Mas, depois de anos de estragos, a internet começa a ajudar as empresas de mídia a crescer. A PricewaterhouseCoopers (PWC) estima que a receita para mídia e entretenimento online suba 13% ao ano nos próximos cinco anos. A previsão é otimista também para a música, que foi muito atingida com a internet. Pela primeira vez em uma década, a receita global da indústria fonográfica cresceu 0,2% no ano passado e as vendas online superaram a queda nas vendas físicas pela primeira vez. O crescimento também é observado na rádio online.

Em 2012, serviços online on-demand ou por streaming arrecadaram US$ 1 bilhão (em torno de R$ 2,4 bilhões), o que representa 15% da receita da indústria musical nos EUA naquele ano. O medo de que o streaming pudesse canibalizar os downloads parece injustificado, pois ele permite que as pessoas escutem suas canções favoritas repetidamente e acaba reduzindo a pirataria, por oferecer um modo barato, legal e conveniente de ouvir música.

Em relação à indústria cinematográfica, sites como Netflix, RedBox, Hulu e Amazon estão impulsionando lucros de empresas de mídia ao comprar os direitos para exibir conteúdo online – para se ter uma ideia, Netflix, Hulu e Amazon pagam em torno de US$ 3 bilhões (cerca de R$ 7 bilhões) para licenciar conteúdo. A empresa de pesquisa Sanford C. Bernstein estima que o licenciamento online foi responsável por 1/3 do crescimento da receita na rede de TV americana CBS.”

Isso demonstra que, com o passar dos anos, antes visto como um inimigo das empresas que cuidam de mídias, hoje as webrádios já começam a ser vistas como parceiras na massificação e disponibilização do conteúdo da webrádio.

Se você quiser conferir a matéria na íntegra, basta clicar o link abaixo.

Fonte: Observatório da Imprensa

Reviews

  • Total Score 0%
User rating: 0.00% ( 0
votes )



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *