O portal de radios online de todo o mundo

.

Rádio Esquadrão Esportes emite nota réplica, Painel da Webrádio dá o assunto por encerrado


Prezando pelo bom jornalismo, deixamos o direito de réplica da nossa Linha Editoria a Rádio Esquadrão Esportes.

O Painel da Webrádio dá o assunto por encerrado e reitera que não tirará os conteúdos divulgados, tampouco alterar nossa linha editorial.

Caso a Rádio Esquadrão Esportes queira tratar mais do assunto, pelo nosso portal ser totalmente democrático, atendendo os regimes do país, deixamos o espaço em aberto.

Abaixo o e-mail na íntegra e a nota enviada por Henrique Oliveira, diretor geral da webemissora.

E-MAIL NA ÍNTEGRA (A NOTA ESTÁ ABAIXO)

 

“Bom dia, Ivan.

Conforme convite para manifestação, segue a mesma, deixando sempre transparente que não houve qualquer grosseria, mantendo-se o tom educado e sereno para a discussão que se apresenta. E não estou “entrando em dividida” (palavras minhas) com ninguém. Ao contrário, apenas estou lutando pelo adequado funcionamento das webrádios, assim como você o faz, e brilhantemente.

Fora a resposta abaixo (já respondida conforme sugerido), se cometi algum abuso, peço minhas desculpas, e espero que essas sejam aceitas. Em nenhum momento, visei denegrir sua imagem, e a do portal. Ao contrário, apenas batalhei pelo meu lado, que entendi ser atacado. E, por sua vez, respondeu, mantendo o mesmo nível, defendendo o seu. Democraticamente. Não queria que chegasse a esse ponto mas, já que aqui chegou, nossos democráticos pontos serão expostos.

Espero que entenda, e desculpe eventuais excessos de minha parte. E, ainda mais, me coloco a disposição para a batalha em prol das webrádios.

Grande e forte abraço.

Henrique

 

NOTA NA ÍNTEGRA 

“Ivan Bruno, bom dia.

Uma vez mais, agradeço a a atenção dispensada, embora comece a crer que essa “discussão” esteja tomando dimensões totalmente desconfortáveis para o portal (cuja idoneidade não se discute e NUNCA se discutiu, nesses 2 anos de existência), para a Esquadrão Esportes (de similar idoneidade, uma equipe que existe há 5 anos, e nunca precisou agir do modo como fez) e, especialmente, ao leitor (que, embora extraia suas convicções, presencia uma desnecessária “batalha”).

Em nenhum momento foi solicitado que as notícias veiculadas fossem retiradas do portal. Como manifestado na nota anterior, a liberdade de expressão é garantida a todos e, requerer a retirada das mesmas, seria censurar a manifestação defensiva e legítima do portal, algo com a qual não compactuamos.

Em um segundo momento, não foi manifestado qualquer observação sobre proteção ou apadrinhamento de webrádios. O que nos cabe é concordar, como de fato concordamos, que existem análises, críticas e sugestões ao meio web, de forma democrática, tal qual as manifestações de leitores, diretores, ou qualquer “alheio” ao meio. Inclusive, manifesto meus respeitos quanto a isso, já que, quando as webrádios aqui iniciaram seus trabalhos, ninguém se prontificou a auxiliar o meio, seja de qual forma necessária, a ponto de tornar o meio mais reconhecido. E isso, digo com alguma tranquilidade, visto que a Esquadrão Esportes está junta, realizando seus trabalhos há 5 anos, e jamais qualquer pessoa ou portal auxiliou o crescimento vitorioso da webrádio. Aliás, não somente no caso da Esquadrão, mas no caso de tantas e tantas outras webrádios, que buscam seu espaço, acompanhando a evolução da comunicação, com o decorrer dos tempos.

Infelizmente, e conforme frisado na comunicação anterior, tons ameaçadores e desmoralizantes foram utilizados, nas quais passo, novamente, a transcrever:

“Reiteramos que, pelo bem, pelo profissionalismo e credibilidade do meio das webrádios é interessante que algumas webrádios comecem a trabalhar com seriedade (fato que algumas webrádios fazem com primor)…”

No trecho acima, ainda que indiretamente, a Rádio Esquadrão Esportes, assim como a Rádio Estação Web (manifesto aqui que não possuímos procuração para defender apenas essa outra webrádio, posto que defendemos a todo o meio), é tida como uma webrádio “varzeana”. Ora, independente do tempo de existência da equipe de webrádio, não se pode discutir a seriedade dessa. Todas as webrádios fazem trabalhos sérios, haja vista o crescimento do meio. Se assim não fosse, as webrádios nunca teriam sua “voz” ouvida da forma como são.

Ainda na sequência desse trecho,….

“… e desconsiderar nossa informação não ajudará em nada…”

Aqui, pontuo o tom ameaçador. Sem querer ensinar (e muito longe disso), acredito que seria muito mais prudente sinalizar que a resposta a crítica seria de grande valia a todos, quando de sua divulgação. E está sendo, de fato, tanto ao portal, quanto a webrádio, quanto aos leitores. E nisso, temos um ponto pacífico sobre esse tópico.

Respeito a utilização do termo “irregular”, assim como da expressão “realmente descoberta”. Porém, novamente, não haverá concordância desses. Cabe salientar que “irregularidade” ou “real descoberta” são expressões que, no popular, denotam ilícitos. E não se procedeu qualquer ilícito, vez que a webrádio não deu de ombros e seguiu a transmissão, conforme manifestou em resposta. A transmissão foi CANCELADA, ao sabermos do que estávamos sujeitos. Ninguém seria tolo (como não foi) de seguir com algo, “pedindo” para sofrer sanções. Ainda nesse cerne, em nenhum momento faltou ética a Rádio Esquadrão Esportes, onde foi atacado, mais uma vez, o modo de procedimento da webrádio, ao citar-se a “maneira completamente regular e profissional”. Porém, entendo como superada a discussão desse tópico, e acredito que o entendimento do portal é semelhante, nesse sentido.

Sim, de fato, as declarações tiveram um sentido difamoso, deselegante e infeliz. Tratar a equipe da forma como foi tratada, como se “criminosa” fosse, é uma postura que não aceitamos. Somos uma webrádio, e transmitimos o esporte. Não somos uma “facção”, nem cometemos ilícitos. E lamentamos a ausência de “tato” ao manifestar-se.

Em nenhum momento, citamos que o Painel da Webrádio ignorou, ou burlou, a lei. E para a comprovação disso, a leitura bastará, para a interpretação adequada, visto que a manifestação, contextualizada, refere-se a forma como a cobertura vem sendo veiculada. Afinal, e disso tenho a mais plena certeza, haja vista a luta do portal para buscar informações que auxiliem as webrádios, é de total aversão o modo como a cobertura vem sendo veiculada, limando-se as webrádios, algo que não pode ser aceito. De fato, as webrádios representam um grande avanço na comunicação da notícia, e não deveriam ser tratadas como “qualquer coisa”. E esse foi o contexto da frase. Outrossim, se geradas dúvidas quanto a contextualização adequada, desde já, manifesto meus sinceros pedidos de desculpas, já que não foi a intenção de macular o portal. Espero que sejam aceitas, de bom grado e “de coração”.

Novamente, da mesma forma que não retiraremos nossa resposta, requeremos que não sejam tiradas as notícias. Vejo essa “discussão”, embora extrapolando limites, e maléfica a todos os envolvidos, como algo produtivo e democrático, acreditando que a interpretação, nesse parágrafo explanada, é de comum entendimento.

Agradeço a atenção, reiterando minhas mais sinceras desculpas, caso tenha havido algum desconforto, ainda aguardando o mesmo de sua parte, Ivan (perdoe por manifestar sem pronomes de tratamento), por acreditar que existiram exageros. Se estes ocorreram de minha parte, as desculpas estão manifestadas.

Outrossim, e para finalizar, manifesto meus protestos de estima e consideração, deixando a equipe a disposição para lutarmos, JUNTOS, em prol do meio web. Afinal, todos temos o mesmo desejo e objetivo, e a luta sempre existirá.

Deixando um grande e forte abraço, e estando à disposição.

Henrique Oliveira
RÁDIO ESQUADRÃO ESPORTES – DIRETOR GERAL”

Reviews

  • Total Score 0%
User rating: 0.00% ( 0
votes )



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *