O portal de radios online de todo o mundo

.

Análise do Painel: “algumas webrádios são apenas playlists”


A partir dessa sexta, o Painel da Webrádio, portal referência para as webs brasileiras há dois anos, lança a “Análise do Painel”, um artigo opinativo escrito pelo diretor do site, Ivan Bruno, analisando o meio webrádio.

 

Todos os dias, ouço algumas webrádios distribuídas pelo país e um fato me chama atenção.

Um fato negativo das webs do Brasil é que algumas estão largadas, aos trancos e barrancos. Uma programação automática, 24 horas, em que tem pouca ou quase nenhuma interação com o webouvinte e também quase nenhum conteúdo.

É importante frisar que, em uma era em que temos cada vez mais e mais webemissoras no Brasil e ainda não pode-se, nem de longe, competir com o meio rádio, é necessário uma interatividade maior com o ouvinte e um conteúdo de qualidade.

Interatividade digo em relação ao ouvinte que possa participar da programação e, conteúdo, em relação a notícias, com  locutores ao vivo durante toda a grade da webemissora transmitindo e levando informações a quem conecta e ouve determinada webrádio.

Logicamente o meio rádio tem muito mais verbas do que as webrádios, por isso podem contratar inúmeros profissionais mas é triste ver que algumas webemissoras, nem correm atrás de alguns profissionais ou até, inicialmente, voluntários. Essas webs simplesmente só tocam músicas, vinhetas e comerciais (quando se tem comerciais) e acham que isso vai trazer audiência a elas.

Cabe a esses proprietários de webrádios uma reflexão: sem conteúdo, sem material, sem inovação, como conseguiremos as tão bem vistas e quistas cotas comerciais do meio internet, que, aliás, não para de crescer.

Portais de internet, sendo famosos, grandiosos ou não, possui anunciantes e patrocinadores aos montes, pois oferecem conteúdos atualizados sempre aos seus leitores ou usuários.

Sem interação, sem conteúdo, sem programação diferente, inovadora e de qualidade, fica difícil oferecer algo pra que grandes agências e anunciantes se interessem e acreditem nas webrádios brasileiras.

Infelizmente, graças a essas webrádios, que não passam de meros playlists tocadores de músicas, faz com que aquelas que desenvolvem um trabalho sério e competente, sempre tenham problemas em alcançar e conquistar cotas comerciais.

 

Ivan Bruno, diretor do portal, trabalha há dez anos com o meio webrádio, dirigindo webs como a Teen Webrádio, Top Webrádio, Top – A Webrádio Rock e, recentemente a Nova – A Webrádio Rock.

Em 2011, elaborou o TCC com o assunto sobre as webemissoras, destacando a parte jornalística de duas webs brasileiras, conquistando nota máxima e sendo recomendado como um dos melhores trabalhos de jornalismo do ano.

Reviews

  • Total Score 0%
User rating: 0.00% ( 0
votes )



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *