O portal de radios online de todo o mundo

.

Desorganização da administração do Pacaembu e mal atendimento a Rede Continua marcam final do Campeonato Paulista


A foto da capa do nosso portal já mostra as condições precarias aos quais a Rede Continua teve de lidar.

A webrádio, de segmentação esportivo-jornalística, enviou a nossa redação uma carta comunicando o desrespeito do Corinthians com os jornalistas dessa webemissora.

A web-rádio comunica que teve o acesso permitido aos estádios pela própria federação paulista de futebol, por meio da Associação dos Cronistas Esportivos do Estado de São Paulo, que emitiu credenciais a alguns profissionais da equipe de esportes da Rede Contínua em fevereiro de 2013.

Com essas credenciais, os profissionais teriam livre acesso ao estádio, entretanto, para a final do Paulistão, somente a credencial emitida pela ACEESP não era suficiente, era necessário credenciar-se antecipadamente no Corinthians, que limitava o acesso ao numero de profissionais que tinham direito a entrar na cabine de transmissão, cujo acesso se daria com o porte de uma pulseira emitida pela clube.

Com isso, os repórteres das rádios web não tem acesso permitido ao gramado, e por causa desse feito, os profissionais da webemissora tiveram que fazer a transmissão da sala de imprensa, via skype.

Infelizmente, a sala de imprensa não possui acesso a internet.

A Rede Continua reitera que o pedido de ingresso à cabine de transmissão foi feito na segunda-feira, dia 06 de maio, e foi confirmada pela administração do estádio.

Em contato com o departamento de jornalismo do Painel da Webrádio, a Rede Continua isenta o Corinthians de qualquer possibilidade de culpa sobre o ocorrido, apenas lamenta que o clube tenha disponibilizado apenas 3 pulseiras, uma vez que a equipe possuía 4 profissionais para o jogo. Quanto a desorganização ela critica a administração do estádio, uma vez que a webrádio fez o pedido antecipado e o mesmo foi aprovado.

Desde já, o Painel da Webrádio deixa em aberto a possibilidade de direito de resposta ao Corinthians, a Prefeitura de São Paulo e aos administradores do Pacaembu.

Mesmo com os percaussos relacionados com a final do Paulistão, a webemissora comunica que irá transmitir, hoje, o jogo entre Palmeiras x Tijuana, válido pelas oitavas-de-final da Libertadores.

A Rede Contínua transmite, às 22 horas, com narração de Gabriel Dias, comentários de Diogo Arraes e reportagens de Peter Müller e Ivan Marconato.

A webrádio também divulgou as transmissões dessa semana:

Terça (14/05/13)
19h30 – Libertadores – Velez x New Old Boys
22h – Libertadores (Pacaembu) – Palmeiras x Tijuana

Quarta (15/05/13)
22h – Libertadores (Pacaembu) – Corinthians x Boca Jrs

Quinta (16/05/13)
20h – Libertadores – Tigre x Olimpia
22h30 – Libertadores – Grêmio x Santa Fé

Abaixo você lê a nota da Rede Continua sobre o ocorrido no Pacaembu.

 

“Desorganização e mal atendimento à imprensa marcam primeiro jogo da final do Paulistão

Não devemos usar de clichês ao escrever, mas após a final do Campeonato Paulista, realizada no último dia 12 de maio, no estádio do Pacaembu, não existe outra maneira para definirmos o ocorrido, ou seja , “ quem não tem competência, não se estabelece” . Só que aqui no Brasil, não funciona desta forma. Se a Federação Paulista de Futebol, os clubes envolvidos no espetáculo, somente dois no caso, não souberam fazê-lo, poderemos usar outro lugar-comum que já faz parte do vocabulário popular: “imagina na Copa”

A Rede Contínua de web-rádio, teve seu acesso permitido aos estádios pela própria federação paulista de futebol, por meio da Associação dos Cronistas Esportivos do Estado de São Paulo, que emitiu credenciais a alguns profissionais da equipe de esportes da Rede Contínua em fevereiro de 2013. Entretanto, para a final do Paulistão, somente a credencial emitida pela ACEESP não era suficiente. Era necessário credenciar-se antecipadamente no Corinthians, que limitava o acesso ao numero de profissionais que tinham direito a entrar na cabine de transmissão, cujo acesso se daria com o porte de uma pulseira emitida pela Corinthians.

Entretanto, os repórteres das rádios web não tem acesso permitido ao gramado, e por causa dessa limitação imposta pelo S.C. Corinthians Paulista, os repórteres tiveram que fazer a transmissão da sala de imprensa, via skype. Mas como? Se não havia acesso à Internet na sala de imprensa? Desorganização e falta de infra-estrutura técnica para se transmitir somente um jogo, final de campeonato regional. Além disso, reiteramos que o pedido de ingresso à cabine de transmissão foi feito na segunda-feira, dia 06 de maio, e foi confirmada pela administração do estádio. Se não houvesse a possibilidade de ceder a cabine, questionamos o motivo pelo qual o ingresso a mesma foi autorizado. A consequência disso é o cúmulo da desorganização, pois os profissionais da Rede Contínua de Web Rádio, transmitiram a partida sentados na arquibancada, praticamente junto aos torcedores. Uma total falta de organização e desrespeito com os membros da equipe esportiva da Rede Contínua.”

Reviews

  • Total Score 0%
User rating: 0.00% ( 0
votes )



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *